Infantil - Maternal e Jardim de Infância

Nas classes de Maternal e Jardim de Infância, a criança se relaciona com o mundo pela imitação. A criança do Jardim tem suas atividades estruturadas de forma rítmica e regular: a uma atividade de concentração sucede-se outra de expansão, todos os dias na mesma sequência, variando os conteúdos de acordo com os dias de semana. O ritmo das estações também é vivenciado, ligando-o ao ritmo das festas anuais como: outono - Páscoa; inverno - São João; primavera - Micael; verão - Natal. Assim a criança vai adquirindo noções de tempo e espaço com total naturalidade.

O brincar, nesta fase, é a maneira que a criança tem para entrar no mundo que a cerca. É a forma natural de descobrir o mundo e um importante exercício para todo o seu desenvolvimento. Nesta fase, ela é vivência pura e experimenta as leis do mundo circundante, sem fazer conceitos lógicos.

Nesta faixa etária, a criança ainda não tem a conquista do pensar conceitual, estruturado por representações mentais. Intelectualizá-la nesta fase é violentar o processo, é roubar energias que estão voltadas para o crescimento do corpo físico e transferi-las para o intelecto, trazendo problemas que só serão sentidos, muitas vezes, numa fase madura do ser humano.

Para o desenvolvimento das atividades da Educação Infantil são utilizadas: cera de abelha para modelagem, giz de cera colorido para desenhos, aquarela para introduzir a criança ao mundo das cores, lã para bordar talagarça, euritmia para fortalecer o trabalho rítmico, kântele, que é um instrumento musical pentatônico, próprio desta faixa etária, versos para desenvolver o vocabulário, contos de fadas para que sejam trabalhadas grandes verdades e conceitos através de imagens.

A formação do professor para essa idade inclui especialização em pedagogia Waldorf, esperando que invista com maturidade em sua autoeducação, pois será o modelo de adulto para a criança pequena.

Currículo

Leia também

Ensino Fundamental

Ensino Médio